Adolescente de 15 anos é estuprada em banheiro da Praça do Bosque

IMG_20220421_165349

Uma adolescente de 15 anos foi estuprada no inicio da tarde da quarta-feira, 20 de abril, dentro de um dos banheiros públicos da Praça do Bosque (Praça Comendador Emílio Peduti), no Centro de Botucatu.

 

O relato recebido pela redação do Grupo Leia Notícias, foi de uma testemunha que ajudou a vítima após o crime.

 

” Estava em horário de almoço com uma amiga e passávamos pela praça quando vimos a adolescente em pânico, chorando e com sangue na roupa. A menina estava esperando a mãe no local, quando foi agarrada por um desconhecido e abusada dentro do banheiro.”

 

A testemunha relatou que a menina relatava estar com muita dor. O estuprador fugiu correndo do local após o abuso.

 

“A menor estava na praça esperando a mãe voltar de uma das lojas do comércio. Quando a mãe soube do crime também ficou em choque. Ajudei chamando a Polícia e uma ambulância para socorrer a vítima. Eu e minha amiga estamos em pânico com a cena que presenciamos. Não soubemos mais nada sobre a menina e não paramos de pensar nela desde ontem. É uma menina muito simples, que mora longe da cidade. A família vem para a cidade fazer compras e passar por atendimento médico. Esse monstro ainda está solto e pode machucar mais pessoas”, relatou a testemunha.

 

A vítima foi encaminhada para a Unesp onde passou por atendimento médico e recebeu o protocolo para vítimas de violência sexual.

 

O caso foi registrado na Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) e segue sob investigação.

 

Em Boletim de Ocorrência a mãe relatou que a filha não contou para ela logo de início sobre o abuso.

 

” Deixei ela sentada no banco da Praça pois ela disse que não estava se sentindo bem para ir comigo até as lojas, pois ela toma medicação para controle de ansiedade. Quando voltei e estávamos saindo do local, ela me disse que foi abordada por um rapaz desconhecido, branco, sem camisa, com uma tatuagem no peito. Ele falou para ela que queria mostrar algo dentro do banheiro e ela entrou no local com ele. Dentro do banheiro, ele tapou a boca dela, abusou sexualmente e ejaculou na boca dela. Antes de sair do local, ainda deu um tapa o rosto da minha filha. Quando encontrei minha filha, ela estava conversando com as outras mulheres e bastante desnorteada”.

Fonte:(Botucatu Online)