Polícia registra caso de feminicídio em Botucatu: mulher de 30 anos foi assassinada

violencia-policia-policial-crime-homicidio-viatura-sirene-1458665705100_1920x1440

Uma mulher morreu depois de ser esfaqueada pelo companheiro, na Rua Amando de Barros, no Bairro Lavapés, em Botucatu.

Segundo as informações da Polícia Civil, o fato foi registrado perto da meia-noite desta segunda-feira e o caso transcorreu durante a madrugada.

Héllen Jéssica de Oliveira Oyan, de 30 anos foi morta pelo companheiro de 36 anos.

O casal tinha 2 filhos, sendo um bebê, que estavam na casa.

A família encontrou a mulher caída no banheiro, onde tinha sido esfaqueada. O SAMU e a Polícia Militar foram acionados, mas ela já estava sem vida.

O homem acusado do crime, de 36 anos, teria ligado para a família entrou em contato com eles para que fossem acudir Helen na casa em que os dois residem e ele acabou fugindo. A polícia diz que o autor tem passagem por tráfico de drogas. A briga teria ocorrido por conta de ciúmes.

Família

Laura Oyan, que é tia da moça que foi assassinada, disse que Héllen não saía de casa. “Ela vivia para os filhas: uma menina de 6 a outra e 2 anos. Os pais dela são falecidas. Não trabalhava ou poderia conviver com a família porque o marido não deixava. Ele matou e depois mandou um áudio pedindo para perdoá-lo”, disse ao 14News. Ela ressalta que ela não dava qualquer motivo para ciúmes.

Fonte: 14 News