Botucatu tem queda de 40% em mortes por Covid e 59% em internações após vacinação em massa

botucatu

A queda no número de novos casos de Covid-19 registra em Botucatu (SP) na última semana, que chegou a 86,5% quase dois meses após as ações de vacinação em massa, também teve reflexos nas taxas de internação e no número de mortes.

A cidade faz parte da pesquisa sobre a efetividade da vacina Oxford/AstraZeneca. Mais de 82% da população recebeu a primeira dose de imunizante contra a Covid-19 na cidade, segundo dados do Vacinômetro, não só nas ações em massa que começaram no dia 16 de maio, mas também nas imunizações realizadas anteriormente e vacinação das grávidas e puérperas, que não podem receber doses da vacina Oxford/AstraZeneca.

Depois de um pico de 141 novos casos registrados por dia, entre os dias 6 e 12 de junho, a cidade passou a registrar quedas na média diária de novos casos, chegando a 19 casos por dia na semana de 4 a 10 de julho.

Com isso, as internações e os casos de morte também tiveram redução. Segundo dados da Secretaria de Saúde Municipal, no dia 2 de junho foi registrado um pico com 97 moradores internados e agora, até a semana do dia 9 de julho, há registros de apenas 39 pessoas internadas.

Houve uma queda de 59% nas internações por coronavírus em Botucatu desde o início do mês. Já em comparação com a semana passada, a queda é de 13% em apenas 7 dias.

Quanto às mortes, entre os dias 6 e 12 de junho, a média diária de óbitos era 10 óbitos por dia. Na semana seguinte passou para 8 mortes, chegando a 4 registros entre os dias 20 e 26 de junho, uma queda de 60% em relação a semana de pico. Porém, nas últimas duas semanas, a média diária foi de 6 mortes. No total, a redução média no número de mortes foi de 40%.

Vacinação em massa reduziu casos de Covid-19 em Botucatu
Cidade registrou queda de 86,5% nas últimas cinco semanas
Casos por dia (média)14114173734040272719196/6 a 12/613/6 a 19/620/6 a 26/627/6 a 03/74/7 a 10/70255075100125150

13/6 a 19/6
73
Fonte: Secretaria de Saúde de Botucatu
 

A redução nos casos de Covid-19 já era prevista para segunda quinzena de junho pelos pesquisadores. De acordo com o secretário de Saúde de Botucatu, André Spadaro, a queda de mortes também já era uma expectativa para final de junho e início de julho.

“A queda de mortes já era esperada em uma fase mais avançada, porque você primeiro tem uma redução da transmissão que, por consequência, leva a redução dos casos de internação e não só uma redução numérica das internações, mas um percentual menor de pessoas que precisam ir para UTI, que precisam de intubação. Então mesmo aquelas que internam, em sua grande maioria, acabam tendo quadros mais leves que se resolvem na enfermaria e isso em um terceiro momento acaba colaborando para reduzir a mortalidade, que nós já estamos começando a perceber.”

 

82% da população com a 1ª dose

 

Pesquisadores que acompanham o estudo de efetividade da vacina veem essa queda pela quarta semana consecutiva já como reflexo da primeira dose da Oxford/AstraZeneca, mas o acompanhamento dos números pode reforçar essa relação.

“Agora é importante que os pesquisadores responsáveis pelo estudo façam essa comparação dessa queda da transmissão, internação e óbitos com o que está ocorrendo nos municípios vizinhos e no estado de SP para que a gente possa entender o quanto significa a colaboração da vacinação em massa. Porque a vacinação também avança em todo o estado e isso tem feito os números caírem no estado todo mas, possivelmente a gente tem percebido, pelo estudo, que essa queda é mais acelerada em Botucatu em função da vacinação em massa”, completa o secretário municipal de Saúde.

O uso de máscara e distanciamento devem continuar sendo respeitados. De acordo com a prefeitura, assim como na primeira etapa, as ações de vacinação com a segunda dose vão acontecer nos dias 8 e 14 de agosto.

 

Os moradores que receberam a primeira dose no dia 16 de maio devem completar a imunização no dia 8 de agosto, que será um domingo. Já as pessoas que receberam o imunizante no dia 22 de maio devem tomar a segunda dose dia 14 de agosto, sábado.

Botucatu está em primeiro lugar no número de doses aplicadas no estado de São Paulo, segundo dados do Vacinômetro. Dos cerca de 148 mil habitantes, 122.609 receberam a primeira dose, o que equivale a 82,3% da população geral. A população adulta, porém, está basicamente toda vacinada, de acordo com a prefeitura.

Fonte: G1 bauru