Concessionária e Artesp confirmam duplicação da SP 255, na região de Pratânia

14news.com.br-concessionaria-e-artesp-confirmam-duplicacao-da-sp-255-na-regiao-de-pratania-image

Após ser procurado por motoristas preocupados com risco de acidentes no trecho de pista simples, na Rodovia João Melão (SP 255), na região de Pratânia, o site 14News recebeu a confirmação da Concessionária Arteris e da Artesp – Agência de Transportes do Estado de São Paulo, que o local será duplicado.

 

José Mariano que trabalha com carros de som e sempre usa o trecho. “Ainda mais na época de safra a presença de carretas gera filas e alguns motoristas acabam se arriscando em ultrapassagens”, disse à reportagem.

Na última semana, um jovem de 38 anos, morador de Pratânia, morreu depois de ser atingido por um micro-ônibus que ultrapassava um caminhão em local proibido.

Segundo a Polícia Militar Rodoviária de Botucatu, após a terceirização da rodovia, melhorou a sinalização e a condição da pista, além de iniciar a instalação de câmeras no trecho. Mas existe excesso dos motoristas. De acordo com a PMR no trecho de Pratânia que compreende do km 212 ao 225 da SP 255 em 2020 registrou 10 sinistros, sendo 08 sem vítimas e 02 com vítimas. Já neste ano de 2021, até agora foram 04 sinistros com vítimas.

“Por ser uma rodovia de pista simples a gente tem uma fiscalização no quesito ultrapassagem em local proibido, principalmente, além de embriaguez ao volante, fiscalização de moto, falta de cinto, uso de celular, e ultrapassagem proibida”, disse o tenente Renê Ribeiro da Silva, comandante da PM Rodoviária de Botucatu.

Resposta da Concessionária

A duplicação da Rodovia João Mellão está prevista no contrato de concessão da Arteris ViaPaulista firmado com o Governo de São Paulo e regulado pela ARTESP, segundo informou a assessoria da concessionária ao 14News.

“Para o trecho do km 179 ao km 237, entre os municípios de Igaraçu do Tietê e Botucatu passando por Pratânia, a concessionária ingressou com o pedido de Licença Prévia e aguarda a análise pelos órgãos responsáveis. Assim que autorizada com a licença de instalação e demais documentos, a ViaPaulista dará início nas obras desse trecho”, explica.

Citou ainda que “a obra completa de duplicação na SP 255 soma 275 quilômetros de estradas indo de Rincão a Itaporanga. No momento, estão em andamento dois trechos: do km 137 ao km 147, entre Bocaina e Jahu, e do km 155 ao km 170, entre Jahu e Barra Bonita”.

Já “a duplicação no trecho de Igaraçu do Tietê a Botucatu inclui nove dispositivos e deve gerar aproximadamente 900 vagas de empregos direto e indiretos. O prazo para conclusão da obra, após início, é de 48 meses”, informa a Arteris.

Artesp

Em nota, a ARTESP – Agência  de Transporte do Estado de São Paulo informou à reportagem “que a proposta de duplicação da SP 255 aguarda fase final de documentação e liberações. A previsão é de início das obras dentro do prazo de 90 dias”.

Fonte: 14News.