Justiça determina que Famesp se manifeste sobre a viabilidade de instalação de 60 novos leitos no HC de Bauru

hosp-bauru2-marcos-santos-usp-imagens

A Justiça de Bauru (SP) determinou que a Fundação para o Desenvolvimento Médico e Hospitalar (Famesp), especializada em gestão hospitalar, se manifeste a respeito da viabilidade da instalação de 60 novos leitos para internação no Hospital das Clínicas (HC) da cidade.

Esse despacho saiu na tarde desta sexta-feira (28), e o pedido abrange Unidade de Terapia Intensiva (UTI) regular e Covid-19, e enfermaria.

Na decisão, consta que o Departamento Regional de Saúde (DRS) VI, de Bauru, prestou informações apontando que, na dia 19 de maio, 61 pacientes aguardavam internação em leito hospitalar. Por isso, o documento reforça que o objetivo dos novos leitos é zerar a fila de internação.

Em dezembro do ano passado, a Justiça chegou a bloquear mais de R$ 17 milhões do governo do Estado e da Famesp, atendendo ao pedido do Ministério Público em ação civil pública que cobra o fornecimento de leitos de internação para Covid-19 e a manutenção do Hospital das Clínicas na cidade.

Em nota, a Famesp informou que foi comunicada da decisão e destacou que “vem trabalhando exaustivamente, tanto no enfrentamento da pandemia de Covid-19, há mais de um ano, quanto no atendimento de pacientes de outras especialidades em suas unidades de saúde”.

Fonte: G1 Bauru