‘Não dá nem tempo de dizer adeus’, fala morador de São Manuel que perdeu mãe e irmão para Covid no mesmo dia

whatsapp-image-2021-04-21-at-10.56.03

“Está sendo muito difícil para a nossa família passar por esse momento tão desagradável. A gente perder mãe e irmão no mesmo dia, por um vírus tão cruel, que não dá nem tempo da gente sequer dizer um adeus, dar um abraço.”

O desabafo é de Nivaldo Rosa, morador de São Manuel (SP) que viu a mãe de 68 anos e o irmão de 50 serem enterrados juntos na quarta-feira (21). Os dois morreram de Covid-19 com poucas horas de diferença.

Waldir Rosa, de 50 anos, foi internado no dia 10 de abril no hospital da cidade, com pressão baixa e sentindo muito cansaço. No dia seguinte, a mãe dele, Dirce Ancelmo Rosa, de 68 anos, também precisou ser hospitalizada, com sintomas do coronavírus.

Quando chegaram ao hospital, mãe e filho ficaram com suporte de oxigênio na enfermaria, mas a doença se agravou e, nesta semana, os dois foram transferidos para a UTI e intubados.

Segundo o hospital, Dirce morreu na terça-feira (20) por volta das 14h e, algumas horas depois, o filho dela também não resistiu.

‘Cuide da sua família’

 

Devastado pelas perdas da mãe e do irmão, Nivaldo fez um apelo às famílias para que se protejam durante a pandemia de coronavírus. “Infelizmente, o que eu estou vivendo hoje muitos também estão vivendo”, diz.

“Nesse momento, queria dizer para todas as famílias que já passaram por isso, que estão passando, que Deus dê bastante força para seguir. E, para quem não passou ainda, que se cuide, cuide bastante da sua família. Eu sei que é difícil, todo mundo precisa trabalhar, mas é uma doença cruel, que a gente não sabe onde ela está”, declara Nivaldo.

O velório dos dois ocorreu na manhã desta quarta-feira (21) no Cemitério Municipal de São Manuel. Waldir Rosa deixa esposa e uma filha. A sua mãe, Dirce, deixa outros quatro filhos.

Fonte: G1 Bauru e Marília