Bebê com menos de 1 ano com Covid espera por leito em Agudos

1_upa_de_agudos-2875053

Agudos – A fila de espera de pacientes com Covid-19 por leitos de internação já é realidade nos serviços de saúde da região. Na noite desta terça-feira (16), em Agudos (13 quilômetros de Bauru), dez pessoas aguardavam na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) por vaga no sistema público hospitalar. Entre os pacientes, estava um bebê com menos de 1 ano de idade. Ontem, a cidade registrou três mortes pela doença.

De acordo com a Prefeitura de Agudos, o número de pacientes da cidade com Covid-19 que precisam de transferência dobrou em poucas horas. À tarde, eram cinco pessoas. À noite, esse número chegou a dez. Deste total, dois aguardavam leito de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). “A criança não é caso de UTI”, disse o município em nota.

No fim da noite, o prefeito Fernando Octaviani (MDB) postou vídeo em sua página no Facebook pedindo apoio da população. “Os hospitais públicos estão lotados. O Hospital Estadual está com 110% de ocupação. E, agora, também os hospitais particulares estão lotados. Não há mais vagas”, declarou. Ele anunciou que, nos próximos dias, irá abrir oito leitos de enfermaria para Covid no antigo Pronto-Socorro.

“Por conta da sobrecarga no sistema de saúde, a Prefeitura de Agudos orienta que os cidadãos só procurem atendimento na UPA em casos de extrema necessidade e urgência, uma vez que a circulação de pacientes no local pode aumentar o contágio”, diz. Para os demais casos, as referências são as unidades básicas de saúde. Já pacientes com sintomas gripais devem procurar o Centro Covid-19, de segunda a sexta, das 7h às 18h, no prédio anexo ao Hospital de Agudos.

Fonte: JCNet