Técnica de Enfermagem do HC é a primeira pessoa a receber a vacina em Botucatu

8229EC47-7850-4718-8B0A-805B37D72C23

Jasilene Rosa de Lima Almeida, 34 anos, de Itatinga, auxiliar de enfermagem no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu foi a primeira pessoa a receber a dose da vacina contra o coronavírus no município. O ato ocorreu na Faculdade de Medicina de Botucatu.

A profissional tem uma história triste, pois perdeu o marido para a Covid, mas continuou seu árduo trabalho na linha de frente no combate nesta pandemia. O evento simbólico ocorreu no fim da tarde desta segunda-feira, dia 18.

“Foi muito emocionante, confesso para vocês que eu estou me sentindo vitoriosa. Me sinto muito orgulhosa por tudo o que estou passando e a gente conseguir chegar aqui, já é o início e uma vitória. No meio de tantas perdas, por eu ter perdido o meu esposo, confesso que estou me sentindo uma vitoriosa”, disse Jasilene ao Acontece Botucatu.

A Técnica em Enfermagem perde o marido para a Covid-19 há 6 meses e teve forças para retomar seu trabalho na mesma enfermaria. Ela disse que foi avisada de surpresa que seria a primeira a receber o imunizante.

“Confesso que quando me avisaram de surpresa que eu seria a primeira, eu me senti muito emocionada”, completou.

As doses da vacina da Coronavac chegaram nesta tarde e contou com grande aparato policial. O Governador de São Paulo, João Doria, participou do evento na Faculdade de Medicina em Botucatu.

No total serão aproximadamente 4,4 mil doses do imunizante nesta primeira etapa no município. A vacinação tem prioridade para profissionais de saúde e populações indígenas.

As vacinas saíram de São Paulo no início da manhã com destino aos HCs de Ribeirão Preto (USP), Campinas (Unicamp), Botucatu (Unesp), Marília (Famema) e Hospital de Base de São José do Rio Preto (Funfarme).

O HCFMB foi selecionado para a fase prioritária da vacinação por ser hospital-escola regional, com maior fluxo de pacientes em suas áreas de atuação. As equipes multiprofissionais do hospital já trabalham com um plano de vacinação que será iniciado ainda nesta semana, e que prioriza a aplicação das primeiras doses aos profissionais de saúde que atuam na linha de frente no combate a COVID-19. Cerca de 3 mil servidores devem ser vacinados no HC, além dos contratados pelas empresas terceirizadas.

Fonte: Acontece Botucatu