Guarda Municipal flagra 12 moradores com covid-19 que descumpriram quarentena obrigatória; 8 somente no Réveillon

gcm-00

Instituída como ação para monitoramento e auxílio às pessoas que estão confirmadas para a covid-19 em Botucatu e que, devido aos sintomas mais leves, realizam o tratamento em casa, a Operação Sentinela intensificou as visitas diárias durante as festividades de final de ano.

Foram 565 visitas às residências de pessoas com o novo coronavírus. No entanto, doze desses botucatuenses infectados não cumpriram a quarentena domiciliar obrigatória nos monitoramentos efetuados. Somente em 31 de dezembro, durante o Réveillon, oito pessoas não se encontravam em suas casas durante a fiscalização. No Natal, a mesma operação já havia flagrado dois munícipes que desrespeitaram as normas sanitárias impostas.

Todas estas pessoas  podem ser responsabilizadas por crime contra a Saúde Pública, sendo que a Prefeitura de Botucatu deverá efetuar um Boletim de Ocorrência junto à Polícia Civil.

Nestes primeiros dias de janeiro, Botucatu viu a situação da pandemia se agravar. Passou de 4195 casos confirmados, em 1º de janeiro, para 4464 em 6 de janeiro. O total de pessoas em quarentena domiciliar obrigatória, que era de 196, saltou para 333, aumento de 69%. Já pessoas internadas em hospitais, que eram 20 foram para 25 na quarta-feira.

Este aumento de casos fez com que os serviços de saúde ficassem com a demanda quase toda saturada. O Hospital das Clínicas, vinculado ao Sistema Único de Saúde (SUS) registrou lotação de 91% em leitos de terapia intensiva (UTI), fazendo com que mais leitos fossem reativados. Desde quinta-feira passou de 24 para 30 as vagas disponíveis.

Na rede privada, que concentra dez leitos de UTI, tinha ocupação de 30% em 1º de janeiro. Este número dobrou em menos de 72 horas, passando para 60% da capacidade.

O total de óbitos também apresentou crescimento relevante, sendo que no início de janeiro eram 58, passando a 61 em 6 de janeiro, dia que registrou duas mortes de botucatuenses.

Fonte: Por Flávio Fogueral – Jornal Leia Notícias