Operação encerra festas irregulares em Botucatu

1_sem_t_tuloe-3403260

Botucatu – Uma ação de fiscalização conjunta das forças de segurança em Botucatu, no último final de semana, encerrou várias festas irregulares e aglomerações pela cidade. O objetivo da operação, segundo a Guarda Civil Municipal (GCM), foi de conter eventos considerados clandestinos e que colaboram para a disseminação da Covid-19.

A intensificação da fiscalização ocorreu entre sexta (27) e domingo (29). No período, a GCM contou com apoio da Polícia Militar e da Polícia Civil para encerrar ao menos seis festas consideradas irregulares. Três delas aconteciam na região do Pontal da Serra, uma no bairro Califórnia 1, uma em área rural e a última em um estabelecimento comercial no Centro.PUBLICIDADE  

400 PESSOAS

Em uma das festas clandestinas, um público de mais de 400 pessoas teria sido flagrado, segundo a GCM, que informou que a dispersão ocorreu após o registro de boletins de ocorrência.

Todos os eventos foram registrados pela Vigilância Sanitária e também na Polícia Civil.

O delegado Seccional de Botucatu, Lourenço Talamonte Neto, confirmou que a ação terminou com vários termos circunstanciados elaborados para apuração de situações previstas no Código Penal, como nos artigos 268 (infringir determinação do poder público, destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa) e 330 (desobediência de ordem judicial).

No período da operação, a GCM flagrou ainda 47 casos de perturbação do sossego, 7 atendimentos de desordem e Aglomeração, 97 visitas do Projeto Sentinela e outros atendimentos.

Fonte: Jcnet