Eleição para Presidência da Câmara em Botucatu deve movimentar os bastidores nas próximas semanas

979fd915-677e-4189-b812-99dd81953f53

Passada a eleição do último dia 15, com a definição dos 11 vereadores da próxima legislatura, uma outra discussão deve ganhar corpo nas próximas semanas, a escolha do Presidente do Legislativo para o biênio 2021/2022.

Na formação que toma posse no dia 01 de janeiro, apenas um nome figura na chamada oposição ao governo Mário Pardini. Rose Ielo (PDT) deverá seguir nesse papel, agora sem a figura de Carlos Trigo que lhe acompanhava nas votações.

Os outros 10 vereadores foram eleitos na base do governo. Destes, existe a figura de Abelardo, que sempre se coloca como vereador independente, fato dificulta sua escolha para presidir o Poder Legislativo.

Abelardo, por sinal, sendo o mais votado com 2660 votos, vai presidir a cerimônia de posse de Prefeito e Vereadores no dia 01 de janeiro. A definição da presidência ocorrerá logo depois que Pardini tomar posse.

O nome mais comentado nos bastidores é o de Curumim, quarto mais bem votado com 1896, indo para sua quarta legislatura. Ocorre que o parlamentar pode voltar à Prefeitura, abrindo a chance de Lelo Pagani, primeiro suplente do PSDB.

Palhinha (DEM), Silvinho da Caio (Republicanos) e Erika Liao (Republicanos) são novatos e podem não encarar essa disputa no momento. Porém, a também novata Claudia Gabriel (DEM), dizem, pode encarar a disputa.

Alessandra Lucchesi, do PSDB, indo para sua segunda legislatura, já encontrou em outras oportunidades impedimentos para assumir esse posto, visto que é Professora universitária.

Com todo esse cenário, o campo vai se abrindo para os vereadores Sargento Laudo (PSDB) e Cula (PSDB). Ambos já colocaram suas intenções em outras oportunidades e podem postular o cargo novamente. Cula é o atual vice-presidente do Legislativo.

Resta saber também como serão os movimentos do Prefeito reeleito Pardini nessa escolha. A votação para presidir o legislativo de Botucatu ocorrerá apenas no dia 01/01/2021, logo após a posse, mas a definição deve ocorrer bem antes.

Fonte: Acontece Botucatu