Suspeito de assassinar homem com tiros e mais de 20 facadas é preso em Assis

homicidio-assis

A Polícia Civil de Assis (SP) prendeu nesta quarta-feira (15) um homem de 25 anos suspeito de ser o autor de um assassinato cometido em janeiro deste ano. A vítima de 34 anos morreu após ser baleada e esfaqueada depois que saiu de casa.

A Operação “Revenge”, que significa “vingança”, contou com o apoio de policiais das regiões de Adamantina, Dracena e Presidente Prudente e também identificou dois irmãos do suspeito como participantes no crime. A operação contou com 32 policiais civis e oito viaturas.

De acordo com a Polícia Civil, após seis meses de investigação, o suspeito foi apontado, junto aos irmãos, por matarem a tiros e também com 26 facadas um homem de 34 anos no último dia 17 de janeiro.

Segundo o delegado Marcelo Armstrong, foram cumpridos três mandados de prisão temporária por crime de homicídio qualificado e quatro mandados de busca e apreensão na zona urbana e rural do município de Assis.

O suspeito foi preso em sua casa no bairro Colinas. Durante os trabalhos de busca foram apreendidos aparelhos de celulares e documentos.

Segundo as investigações, no dia do crime, o trio surpreendeu a vítima saindo de casa e efetuou vários disparos de arma de fogo. O homem ainda tentou fugir para casa de um vizinho, mas foi alcançado e executado a facadas.

De acordo com o delegado, foi apurado que a motivação do crime seria uma rixa antiga entre a vítima e um dos autores, que mantinham entre si um histórico de atentados contra a vida um do outro por mais de uma vez.

O delegado explica que a forma violenta como a vítima foi assassinada deixou claro que se tratava não apenas de um acerto de contas, mas de uma vingança marcada pelo ódio, o que motivou batizar a operação como “revenge”.

Os três suspeitos da mesma família têm passagens por roubo, furto, tráfico de drogas, formação de quadrilha e tentativa de homicídio. Os dois irmãos do suspeito, de 30 e 32 anos, não foram localizados e são considerados foragidos.

Fonte: G1 Bauru e Marília.